28.Jun.2011 20:18
0 Comentários

 

Relatório divulgado pelo Departamento de Estado Americano diz que, apesar de esforços significativos para combater o tráfico de pessoas, o governo do Brasil ainda não cumpre os padrões mínimos pra eliminação do problema.
Esse documento diz que homens, mulheres e crianças do Brasil continuam a ser vítimas de tráfico sexual – tanto dentro do país como no exterior – ou de trabalhos forçados.
Citando dados da ONU, o relatório gringo fala em 250 mil crianças brasileiras envolvidas em prostituição e mais de 25 mil homens brasileiros submetidos a trabalho escravo no país.
Apresentado pela secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, o relatório analisa o problema do tráfico humano em 184 países e os divide de acordo com o cumprimento de padrões mínimos pra combater a atividade e os esforços para atender a esses padrões.A recomendação pro Brasil é incrementar os esforços pra investigar e condenar envolvidos em tráfico de pessoas e prostituição infantil, aplicar penas mais duras para esses crimes e aumentar o financiamento pra ações de assistência, abrigo e proteção às vítimas.O Itamaraty afirmou que não se pronuncia sobre o conteúdo de relatórios elaborados unilateralmente por países.

 

 


 



Comentários (0)