31.Jan.2012 13:57
0 Comentários

A partir de março deste ano, a venda de bebidas alcoólicas nos estádios brasileiros pode ser liberada se o Senado e a Câmara votarem nesse prazo a Lei Geral da Copa. De acordo com o relator da lei, Vicente Cândido (PT-SP), a ideia é liberar o álcool em todos os estádios do Brasil antes, durante e depois da Copa. A intenção inicial era permitir a venda só nos jogos do Mundial de 2014. Outra sobre Trago: O Governo quer duplicar multa toda vez que motorista bêbado for flagrado. Projeto negociado com o Congresso ainda inclui retirar artigo que fixa teor de álcool no sangue e aumentar prazo de apreensão de CNH. O plano é combater a impunidade de motoristas que dirigem sob efeito de álcool e são responsáveis por mais de 20% das mortes no trânsito. Se a ideia passar, um ponto consensual do substitutivo vai aumentar substancialmente a pena de quem for apanhado dirigindo alcoolizado. A multa inicial, que hoje é de R$ 957,65, dobra para R$ 1.915,30. Na reincidência, o valor dobra de novo e sobe para R$ 3.830. Tolerância Zero. O governo quer tirar da lei seca o teor mínimo de 6 decigramas por litro de sangue, o bafômetro deixa de ser único meio de produção de prova, além de dobrar a multa e o tempo sem a CNH, que passa a ficar apreendida por 2 anos.



Comentários (0)